domingo, 27, setembro, 2020
Daniela Assayag pede exoneração do cargo no Governo

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Neste domingo (05), a secretária de comunicação do Governo do Amazonas, Daniela Assayag, pediu exoneração do cargo.

Daniela publicou em suas redes sociais, o pedido de exoneração enviado ao governador Wilson Lima , também investigado pela PF dentro da operação Sangria.

No texto, Assayag diz que a decisão foi tomada “em virtude dos acontecimentos que emergiram na última semana”. Ela cita a exposição de situações que questionam seus atos enquanto secretária de comunicação.

Documentos apreendidos pela PF mostram que Luiz Carlos Avelino Júnior, marido de Daniela, era o sócio oculto da Sonoar, nome fantasia da Andrade e Mansur Comércio de Materiais hospitalares. A empresa superfaturou a venda de 28 respiradores para a loja de vinhos FJAP, em oito de abril.

No mesmo dia em que houve a denúncia na CPI, Assayag afirmou que o marido não é sócio da empresa e que já teria iniciado processo de distrato com a mesma.

A empresária Renata Mansur, citada como sócia da Sonoar e presa na operação também citou o nome de Luiz Carlos em depoimento à Polícia Federal. Ela afirmou, ainda, que foi coagida a ficar “quieta de tudo” porque o médico não poderia aparecer por ser esposo da secretária.

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

redacao@portaldacapitalam.com.br

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.