Deputado investigado por corrupção tenta se promover em reunião com representantes do comércio

Amazonas – Em maio deste ano, a PF (Polícia Federal) deflagrou a Operação Seronato, que investiga possíveis práticas de crimes como corrupção passiva, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. Entre os investigados, está o deputado federal Pablo Oliva, mais conhecido como Delegado Pablo (PSL).

Segundo informações da PF, as provas dos crimes e indícios de autoria colhidos ao longo do primeiro inquérito indicam que o Delegado Pablo teria se beneficiado do cargo ao fazer mau uso das informações obtidas durante a investigação que resultou na Operação Udyat, deflagrada em 2012.

A Polícia Federal também informou que o parlamentar teria viabilizado, de forma indevida, o agenciamento da venda de uma empresa pertencente a sua própria mãe, no valor de R$ 500 mil. Após as notícias virem à tona, o deputado bolsonarista que já palestrou em simpósios anticorrupção, foi severamente criticado por apoiadores nas redes sociais.

Meses após o escândalo, Pablo tenta promover sua imagem através de palanques políticos com empresários locais, e fazer com que a população esqueça que ele já foi investigado pela própria Polícia Federal por lavagem de dinheiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui