Covid-19: Igreja Adventista suspende cultos em decorrência da segunda onda em Manaus

Em comunicado oficial publicado hoje, a União Noroeste Brasileira, que representa a Igreja Adventista do Sétimo Dia, no Amazonas, anunciou que irá suspender os cultos presenciais em mais de 2 mil templos religiosos em Manaus, em decorrência do agravamento da pandemia e do crescimento do número dos casos de Covid-19 no estado.

Essa é a segunda vez que a direção da congregação em Manaus toma a decisão de interromper a presença dos fieis nas igrejas. Durante a primeira onda, que teve início entre março e abril, a interrupção chegou a levar cerca de 5 meses. Embora o funcionamento de Igrejas seja autorizado com a capacidade máxima de 30% do limite total, o crescimento do número de internações desde o início da pandemia alertou aos líderes.

“A igreja Adventista do Sétimo Dia na regiao Noroeste do Brasil demonstra grande preocupação com o avanço do coronavírus em Manaus e também nas demais cidades do estado do Amazonas. Por isso, a parir de hoje (04/01/2021), nossos templos permanecerão fechados até o momento apropriado para abertura.” Afirmou a comunicação da Igreja.

De acordo com o siite oficial, são mais de 100 mil fiéis apenas no Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui