domingo, 25, outubro, 2020
Pré-candidata a vereadora de Manaus apresenta propostas para o bem-estar social de mulheres e idosos

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Nas eleições municipais de 2020, quando mais de 1 milhão de eleitores manauenses vão às urnas escolher o próximo prefeito, vice e os vereadores de Manaus, a psicóloga Francivânia Silva estará lá, com sua foto na urna, esperando o voto e a confiança dos eleitores que ela vem cativando, desde que se lançou a este desafio, de participar de uma eleição e poder representar as mulheres de Manaus no Legislativo municipal. Fran, como é conhecida entre amigos, é filiada no partido PRTB.

Em mais de um mês de pré-campanha, Francivânia vem percorrendo bairros de Norte a Sul e de Leste a Oeste de Manaus, conhecendo a realidade dos moradores de diversas comunidades, ouvindo seus anseios, suas histórias, conhecendo suas famílias.

Com um trabalho intenso voltado para saúde e bem-estar dos idosos ao longo de sua carreira na psicologia, a candidata a vereadora pretende focar sua campanha em propostas para este público que, na sua avaliação, tem sido negligenciado pelo Poder público sem políticas públicas direcionadas para a população idosa.

Mas a candidata também defende a emancipação e empoderamento feminino como forma de as mulheres terem independência emocional, social e financeira para ir adiante e lutar por seu espaço na sociedade.
Uma das defesas é a capacitação de mulheres para empreender, para que possam alcançar a independência financeira a partir de seus talentos, conhecimentos e, com isso, garantir também um bem-estar emocional equilibrado para si e sua família.

“Decidi me candidatar a vereadora, a entrar na política, porque acredito que com minha experiência posso ajudar muito mais a população da minha cidade e, lutar pelos direitos de mulheres, crianças, adolescentes e idosos. A fiscalizar e a cobrar o Poder Executivo para que cumpra seu papel. Acredito que posso contribuir para melhorar a vida dos meus semelhantes, elaborando leis corretas e que realmente atendam os anseios da população”, afirma Francivânia.

Além disso, a candidata ressalta a pouca representatividade que as mulheres têm na política, quando, numa Câmara Municipal de 41 vereadores, por exemplo, tem apenas três mulheres vereadoras. “Isso é um absurdo. Mais de 50% do eleitorado de Manaus é de mulheres e acaba sendo incoerente termos uma política classista e machista. Mulheres, temos que eleger mulheres para lutar por nossas direitos e nosso espaço na sociedade”, ressalta Francivânia.

No próximo domingo, 27, inicia oficialmente a campanha eleitoral e a candidata promete intensificar seu contato com o público, seja por meio das redes socais, seja por meio presencial, obedecendo todas as medidas sanitárias impostas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), Ministério da Saúde e Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Com informações da Assessoria

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.