Terceira fase da operação ‘Sangria’ é deflagrada em Manaus

Sangria

A Polícia Federal (PF), deflagrou na manhã desta segunda feira (30), a terceira fase da operação ‘Sangria” que conta com o apoio da Controladoria Geral da União (CGU), que investiga possíveis práticas de crimes como pertencimento a organização criminosa, fraude a licitação, desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro.

A ação da Polícia Federal cumpriu quatro mandados judiciais de busca e apreensão expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) em toda Manaus.

Segundo a investigação, há elementos de prova angariados após o cumprimento dos mandados judiciais nas fases anteriores, identificou-se que funcionários do alto escalão da Secretaria de Saúde do Amazonas direcionaram em favor de uma empresa investigada uma licitação cujo objeto seria a aquisição de respiradores pulmonares, sob orientação da cúpula do Governo do Estado.

Os indiciados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de fraude à licitação, peculato, pertencimento a organização criminosa e lavagem de dinheiro. Se condenados, poderão cumprir pena de até 30 anos de reclusão.

O nome da operação é uma alusão às suspeitas de que uma revendedora de vinhos tenha sido utilizada para desviar recursos públicos que deveriam ser destinados ao sistema de saúde.

Em nota, a SES-AM informou que a atual gestão trabalha com transparência e se colocou à disposição das autoridades para mais esclarecimentos.

“A SES-AM trabalha com transparência em suas ações, com sistemas de controles fortalecidos pela atual gestão, que tem implementado uma série de modernizações desde que assumiu a pasta”, disse.

O órgão também afirmou que “está contribuindo, desde o início, com a apuração dos fatos pela Polícia Federal e órgãos de controle do Estado e reitera que confia na Justiça”.

As equipes estão desde às 6h na Zona Sul e as primeiras informações dão de que os alvos tem envolvimento em um grande esquema de desvio de verba pública.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui