terça-feira, 20, outubro, 2020
Se reinventando em plena pandemia, TCE comemora 70 anos de história

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp


Marcado por uma gestão considerada modelo para outros Tribunais no país, o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) completa, no próximo dia 14 de outubro, 70 anos de trajetória.

Como comemoração, será realizada uma programação híbridas de atividades nos dias 14, 15 e 16, com lançamento de livro e vídeo institucional, que retratarão a história do TCE-AM, bem como a inauguração do primeiro módulo do museu da Corte de Contas e o lançamento do hino oficial do Tribunal.

No ano em que completa seu 70º aniversário, o TCE-AM fez história ao virtualizar, em tempo recorde, todos os trabalhos da Corte de Contas sem que houvesse prejuízo no atendimento à sociedade e ao julgamento das contas de gestores públicos.

Desde o dia 20 de março, quando o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello, determinou a suspensão das atividades presenciais, foram realizados 37 eventos de forma virtual, entre julgamentos em sessões ordinárias do Tribunal Pleno e das 1ª e 2ª Câmaras, além de websimpósios, webcoletivas, webconferências e outros.

“A Corte de Contas do Amazonas foi criada, extinta, recriada, e, em 2020, se reinventou ao suspender as atividades e desenhar, projetar e executar o trabalho 100% em homeoffice, em tempo recorde. Uma conduta histórica frente ao enfretamento ao novo coronavírus. Os desafios foram muitos, mas soubemos superá-los para construir um Tribunal, que sempre deu respostas aos anseios da sociedade em prol da proteção do patrimônio público”, afirmou o presidente do TCE-AM, conselheiro Mario de Mello.

Na programação de atividades em alusão aos 70 anos do TCE, que será realizada de forma híbrida, participarão um número limitado de autoridades presencialmente no auditório da Corte de Contas, e outras farão parte do evento conectadas virtualmente, a fim de evitar aglomerações nas dependências do Tribunal.

Um rígido protocolo de segurança será adotado durante a solenidade, como vem sendo nos trabalhos presenciais dos servidores e colaboradores do TCE.

Inauguração do Museu do TCE-AM e outros lançamentos

O aniversário de 70 anos da Corte de Contas será marcado pela inauguração de um módulo do Museu do Tribunal. Nele será contada toda a história do Tribunal de Contas do Amazonas desde a criação, em 1950, com um vasto acervo de documentos, materiais físicos e fotos históricas. A previsão é que o museu seja aberto a toda sociedade para visitação a partir de 2021.

A trajetória do TCE-AM será retratada em livro e em um vídeo que serão lançados durante a solenidade. Além disto, pela primeira vez em 70 anos o TCE-AM terá um hino oficial. O cantor amazonense Chico da Silva assina a composição e interpretação do hino, com participação de orquestra.

No dia 14 de outubro, o TCE-AM receberá, ainda o selo dos Correios e um carimbo em alusão aos 70 anos da Corte de Contas.

Homenagem aos profissionais da saúde e vítimas da Covid-19 e entrega de selo de qualidade

Na programação do dia 15 de outubro, está prevista a inauguração de um monumento na praça do TCE-AM em homenagem aos profissionais de saúde e as vítimas da Covid-19 no Amazonas.

Na sexta-feira (16 de outubro), pela primeira vez o TCE-AM vai reconhecer os gestores públicos do Amazonas que obtiveram bons desempenhos no tempo em que estiveram à frente da administração pública. O reconhecimento será feito por meio de um Diploma de honra ao mérito e um Selo digital.

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

redacao@portaldacapitalam.com.br

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.