terça-feira, 29, setembro, 2020
Sepror e Sedecti se reúnem para formar grupo de trabalho em prol do setor primário em 2020

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Titulares e gestores das secretarias de Estado de Produção Rural (Sepror) e de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) se reuniram na manhã de ontem (17) para conhecer projetos da Sepror que visam fortalecer o setor primário. A reunião, realizada na sede da pasta, faz parte da estratégia do Governo do Estado de adotar os aceleradores do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNDU) para projetos agropecuários de grande potencial a serem desenvolvidos a partir de 2020.

A busca de uma diversificação econômica inclusiva para o interior do estado, por meio da união entre Sepror e Sedecti, com sua política industrial, é o próximo desafio a ser encarado a partir de janeiro, investindo e apoiando iniciativas de desenvolvimento para a agricultura periurbana – aquela realizada no entorno das cidades.

“Podemos chegar até a uma certificação biogenômica, gerando um mapa de diversidade de um mesmo produto em cada região do estado”, explicou a secretária executiva da Sedecti, Tatiana Schor, ao anunciar que o próximo passo, já em janeiro de 2020, será criar um grupo de trabalho na Sepror para atuar em uma política estadual de bioeconomia.

Os aceleradores são uma metodologia que o PNUD usa para definir ações intensas em projetos mais abrangentes dentro de um plano de desenvolvimento do setor primário, causando mais impacto e aproveitamento das ações implementadas, segundo o titular da Sedecti, Jório Veiga Filho.

Ao fim da reunião, o titular da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, se disse feliz com o resultado do que considerou como “um papo descontraído”, mas com grande conteúdo, e que trará bons resultados para 2020.

“Um encontro extremamente rico como estratégia para se pensar em 2020, dando continuidade a uma interação altamente positiva com a Sedecti, iniciada em 2019”, avaliou Petrucio.

Presidentes e assessores da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) e do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), autarquias vinculadas à Sepror, também participaram do encontro, juntamente com Renato Freitas, Nina Best e Sônia Guerra Gomes, da Sedecti.

PNUD – O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) é a agência líder da rede global de desenvolvimento da ONU e trabalha principalmente pelo combate à pobreza e pelo Desenvolvimento Humano. O PNUD está presente em 166 países do mundo, colaborando com governos, com a iniciativa privada e com a sociedade civil para ajudar as pessoas a construírem uma vida mais digna.

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

redacao@portaldacapitalam.com.br

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.