segunda-feira, 26, outubro, 2020
Setembro Verde: A importância da inclusão

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

No dia 21 de setembro, é celebrado o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência. Esta data foi criada com o objetivo de conscientizar sobre a importância do desenvolvimento de meios de inclusão das pessoas com deficiência na sociedade.

O preconceito e a inacessibilidade pública são dois pontos centrais a serem debatidos e refletidos durante esta data, e que são responsáveis por dificultar a vida dessas pessoas.

A advogada Nancy Segadilha, diretamente ligada à causa da Pessoa com Deficiência, fala com propriedade sobre o assunto e usa sua história de vida para conscientizar e lutar pelo espaço das minorias na sociedade, e ela ressalta a importância do mês voltado para a conscientização da inclusão:

“O setembro verde da inclusão, é uma alusão ao dia nacional da pessoa com deficiência.  Nós temos Decreto 6949/2009 sancionado através da Convenção Internacional da ONU para garantir os direitos fundamentais da PcD, temos a lei brasileira de inclusão que é um divisor de águas na questão jurídica. Para a pessoa com deficiência, tudo é muito difícil até hoje, algumas empresas preferem pagar multa a contratar alguém com deficiência e adequar a acessibilidade do local. A acessibilidade é um dever, na vida de pessoa com deficiência é um diferencial, mas é um direito garantido por lei de exercer sua cidadania e de participação social.”

Oficialmente, esta data foi criada a partir do decreto de lei nº 11.133, de 14 de julho de 2005, mas já era celebrada a nível extraoficial desde 1982.

O dia 21 de setembro, foi escolhido em função da sua proximidade com o início da Primavera e o Dia da Árvore, datas que representam o renascer das plantas e simbolizam o sentimento de renovação das reivindicações em prol da inclusão e da participação plena de todos na sociedade.

“Setembro verde trouxe visibilidade para a inclusão, verde traz esperança e é mesmo para mostrar que é luta, são diversas conquistas, mas tudo muito difícil, tudo muito por imposição de leis, então nós precisamos da aplicabilidade e do rigor delas para ter nossos direitos cumpridos e respeitados. Hoje temos uma barreira muito grande, que é o preconceito, a barreira atitudinal, precisamos desmistificar a questão do “coitadinho” e empoderar a pessoa com deficiência, que ela é capaz como qualquer outra, e ela tendo acesso, ela realiza suas funções em plenitude.”, declarou Nancy.

As pessoas com deficiência são motivadas a lutarem pela construção de uma sociedade inclusiva, onde podem viver de forma igualitária e sem preconceitos. É sempre bom ressaltar que deficiência não é doença e sim uma condição inerente ao indivíduo.

O Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência é um convite para que cada indivíduo possa refletir: o que eu posso fazer para garantir que os direitos das pessoas com deficiência sejam respeitados?

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.