Polêmica! Professora é “detonada” por dizer que meninos falam “obrigado” e meninas “obrigada”

Uma professora foi alvo de críticas nas redes sociais por ensinar a regra gramatical de que meninas dizem “obrigada” e meninos “obrigado”. Essa norma básica do português, normalmente ensinada nas primeiras séries do ensino fundamental, começou a ser contestada por grupos políticos ligados à ideologia de gênero.

Natália Faccini, que possui milhares de seguidores online por compartilhar vídeos engraçados e dicas de português, geralmente mostra a rotina em sala de aula com seus alunos de um colégio particular.

No entanto, seu vídeo sobre a forma correta de dizer “obrigado” e “obrigada” viralizou, resultando em uma enxurrada de críticas de pessoas que discordam dessa regra do idioma.

– “A língua é viva,” comentou um usuário.

– “Obrigado (sou mulher),” ironizou uma internauta.

– “Obrigada por lembrar, agora fica quieta,” escreveu um jovem.

– “É tanta falta de massa encefálica achar que sexo biológico define como alguém tem que agradecer,” criticou outro jovem.

– “Ainda bem que sou gênero fluído, posso falar os dois,” comentou uma jovem.