Luisa Mell quebra duas costelas durante resgate de animais no RS: ‘Dor insuportável’

Luisa Mell, de 45 anos, utilizou suas redes sociais hoje para informar seus seguidores sobre um incidente ocorrido durante atividades de resgate de animais afetados pela recente calamidade climática no Rio Grande do Sul.

A ativista encontra-se em Canoas, uma das áreas afetadas pelas enchentes na região desde a semana passada.

Através do Instagram, Luisa compartilhou que experimentou fortes dores, o que a levou a fazer uso de analgésicos. No entanto, as dores persistiram, levando-a a procurar ajuda médica.

Após realização de exames, recebeu o diagnóstico de duas costelas fraturadas. “Por isso não estava mais aguentando de dor. Diante de tanto sofrimento, continuei os resgates mesmo com a dor insuportável que estava. Mas teve uma hora que os remédios fortíssimos já não faziam mais efeito”, explicou.

Em seguida, ela expressou seu pesar por não poder mais participar dos esforços de resgate. “Fui ao hospital e o exame mostrou o que eu mais temia: duas costelas quebradas. Queria saber quando poderia voltar, mas o médico me proibiu. E alertou que uma pancada neste local poderia ser fatal agora”, prosseguiu.

“Confesso que não sabia que era tão grave. Poderia ter perfurado algum órgão. Mas Deus me protegeu. Mas o mais importante é que uma grande equipe está lá para me substituir nos resgates. Inclusive nadam melhor que eu. Sobem em telhados com mais agilidade do que eu. Ou seja, apesar de triste por não poder mais atuar na linha de frente. Estou