segunda-feira, 19, outubro, 2020
PMM-SEGUNDA-ONDA-Card-1130x100px
“Síndrome de Pica” faz mulher gastar mais de 42 mil reais por ano

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Uma síndrome de nome peculiar já causou um prejuízo de mais de 42 mil reais (8 mil libras) por ano para a britânica Lisa Anderson, de 44 anos. Mãe de cinco filhos, ela foi diagnosticada com a Síndrome de Pica por conta de seu vício em comer talco.

O transtorno também é chamado de “alotriofagia”, que consiste em um desejo de consumir qualquer item não comestível ou sem valor nutricional, a exemplo de tinta, poeira, areia ou papel.

Em entrevista ao jornal britânico Daily Mail, Lisa afirmou que começou a ingerir talco há 15 anos após o nascimento do quinto filho. Ela banhava normalmente uma de suas crianças quando foi acometida pela vontade quase incontrolável.

“Eu me lembro de sentir um cheiro avassalador naquele dia enquanto secava o meu bebê. Tinha um pouco de pó em cima da tampa da embalagem e eu simplesmente quis lambê-la. Aquilo me deu prazer. Foi como satisfazer uma necessidade que eu nunca imaginei que tivesse”, disse.

A inglesa consome um pouco de pó de talco a cada 30 minutos. Às vezes, precisa acordar durante a noite para comer o produto. Quando está fora de casa, recorre às balas de menta extra forte. O tempo máximo que ficou sem alimentar o vício foram apenas dois dias. “Foram os piores da minha vida”, declarou.

Ela conseguiu manter o vício escondido do marido durante dez anos, mas revelou tudo após ele questioná-la suas idas frequentes ao banheiro. Ela foi encorajada a procurar tratamento e descobriu que sofria de um distúrbio alimentar.

Fonte: Diário Online

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

redacao@portaldacapitalam.com.br

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.