segunda-feira, 28, setembro, 2020
Mongólia fecha fronteiras por possível surto de “Peste Negra”

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

A Mongólia anunciou que fechou sua fronteira com a Rússia, após dois homens serem diagnosticados com peste bubônica, mais conhecida como “Peste Negra”, após comerem carne de marmota.

Segundo a imprensa local, a província de Khovd, no oeste do país, ficará fechada pelas próximas duas semanas. Ninguém pode entrar ou sair sem autorização.

O Centro Nacional de Controle de Zoonoses (NCZD) da Mongólia informou que na região, 146 pessoas que tiveram contato com as pessoas contaminadas foram colocadas em quarentena e testadas para descobrir se também foram infectadas pela doença, assim como outras 507 que tiveram contato indireto.

De acordo com a OMS, a doença é de origem bacteriana, sendo altamente contagiosa e pode matar pessoas adultas em até 24 horas, se não tratada a tempo.

A chamada “Peste Negra” matou dezenas de milhões na Europa durante uma epidemia na Idade Média.

Os pacientes, que não tiveram as identidades divulgadas, estão sendo tratados em hospitais separados. Em 2019, um casal já havia morrido na região por peste bubônica após consumir carne de marmota.

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

redacao@portaldacapitalam.com.br

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.