quarta-feira, 28, outubro, 2020
Assassinos deixam recado após execução de estuprador “Jack é sal”; imagem forte

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Um homem identificado como Manoel Dione da SIlva Lima, de 38 anos, foi executado com, pelo menos, quatro tiros na tarde desta quinta-feira (3), que atingiram a boca e a cabeça dele. O caso ocorreu na rua Doutor Abreu, bairro Zumbi, Zona Leste de Manaus.

Segundo a Polícia Militar, após cometerem o crime, os assassinos deixaram um bilhete escrito “Jack é sal”, que indica que a vítima era suspeita de cometer estupros naquela região.

Para os policiais da 25ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a família do homem assassinado informou que ele era doente mental e morava sozinho.  

“Ele teve a casa invadida pelos criminosos e foi morto dentro do imóvel. Na cena do crime foi achado o bilhete, que insinua que ele teria cometido algum abuso sexual”, informou o supervisor de área da 25ª Cicom.

Conforme o delegado Luiz Rocha, plantonista da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Manoel já tinha passagem pela polícia por lesão corporal, crime cometido há 10 anos.

“O recado deixado na casa atribui a vítima como autor do estupro de um menor. Vamos interrogar a família para coletar mais informações e chegar até a autoria e confirmar ou não essa motivação do homicídio”, disse o delegado. 

O corpo do homem foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). Câmeras da localidade devem ajudar a DEHS a identificar os autores do crime. O caso deve ser investigado pela DEHS. 

Fonte: Em Tempo

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.