Baleado em assalto, capitão da PM morre durante cirurgia

O corpo do PM foi levado ao IML -Foto: Divulgação/ acervo da família

O capitão da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), Deivid de Souza Chaves, de 32 anos, lotado no Batalhão de Guarda, morreu no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio em decorrência dos ferimentos de bala provocados durante um assalto na noite desta terça-feira (12). O crime aconteceu por volta das 22h30, na rua Doutor Porfírio Nogueira, no Castanheira, bairro Gilberto Mestrinho, Zona Leste da capital.

A ação registrada por uma câmera de segurança instalada nas proximidades, confirma que o fato foi realizado por ocupantes de um veículo de modelo Onix, cor branca. A placa não foi identificada.

Mesmo após a vítima entregar o celular para os assaltantes, os bandidos dispararam contra o policial, que foi socorrido e encaminhado para o Hospital João Lúcio. Na unidade de saúde, o capital recebeu os primeiros cuidados e foi para a cirurgia onde faleceu durante o procedimento.

O crime foi registrado no 14 º Distrito Integrado de Polícia (DIP), mas será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Por meio de nota, a Polícia Militar manifestou pesar e informou que o local e horário do velório e sepultamento serão divulgados nas mídias sociais, tão logo haja uma definição da família.

“É com grande pesar e consternação que a Polícia Militar do Amazonas, informa o falecimento do capitão da PM Deivid de Souza Chaves (SI/PMAM Nº 22804) do efetivo Batalhão de Policiamento de Guardas (BPGDA), no dia de hoje, quarta-feira (13/01/2021), no Hospital e Pronto-socorro João Lúcio, após sofrer assalto, no Conjunto Castanheira, bairro Gilberto Mestrinho, ocorrência que está sendo atendida pela equipe do Serviço Social da PMAM”, diz a nota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui