sexta-feira, 30, outubro, 2020
Durou pouco a regalia do chefe do PCC que deve voltar à prisão urgentemente

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O ministro Luiz Fux, presidente do Supremo Tribunal Federal, suspendeu a liminar do ministro Marco Aurélio Mello que concedeu liberdade provisória ao ‘André do Rap’, considerado pela Justiça um dos principais traficantes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

Segundo informou a Secretaria da Administração Penitenciária, André de Oliveira Macedo deixou a Penitenciária II de Presidente Venceslau, no interior de São Paulo neste sábado (10/10), às 11h50.

O ministro responsável pela soltura de André, que possui 41 anos de magistratura, entendeu que o réu estava há mais de 90 dias preso sem que estivessem apresentado motivo suficiente para a manutenção do encarceramento.

No entanto, Luiz Fux, acolheu o pedido da Procuradoria Geral da República, e solicitou que André Oliveira retorne imediatamente à cadeia, por concluir que a soltura “compromete a ordem e a segurança públicas”, por se tratar de paciente “de comprovada altíssima periculosidade” e com “dupla condenação em segundo grau por tráfico transnacional de drogas”.
O ministro diz ainda que o investigado tem “participação de alto nível hierárquico em organização criminosos.

A Polícia já começou a fazer as buscas e segundo informações do MP/SP divulgadas na imprensa, há suspeitas de o traficante ter fugido para o Paraguai.

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.