quarta-feira, 28, outubro, 2020
‘Elias Maluco’ chefão do CV é encontrado morto em presídio federal

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidiário Elias Maluco, morreu nesta terça-feira (22) na Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná. Ele havia sido preso em 2002, apontado como líder da facção criminosa Comando Vermelho (CV)

Considerado pela polícia de alta periculosidade e como um dos líderes do tráfico de drogas no Complexo do Alemão quando foi preso, Elias Maluco foi condenado a 28 anos de prisão, em 2005, pelo assassinato do jornalista Tim Lopes. O repórter foi morto em 2002, dentro de uma favela supostamente comandada por Elias.

Além da condenação pela morte de Tim Lopes, Elias tinha uma condenação, em 2013, de 10 anos, 7 meses e 15 dias de reclusão por lavagem de dinheiro.

Ainda não há informações de como Elias morreu, mas uma nota divulgada pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), confirma o falecimento do presidiário. O local da morte do preso foi preservado até a chegada da Polícia Federal, responsável por fazer a perícia.

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.