sábado, 31, outubro, 2020
Mãe é obrigada a gravar estupro e espancamento da filha grávida de 16 anos

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Do O Dia

São Paulo – Entre a última sexta-feira e o último sábado, uma adolescente de 16 anos sofreu uma série de abusos e agressões no município da Serra, no Espírito Santo.

A menina, que está grávida de 15 semanas, foi espancada, estuprada e mantida em cárcere privado pelo namorado, de 26 anos. A mãe da garota foi ameaçada e obrigada a gravar o abuso sexual.

Familiares da vítima conseguiram resgatar a mãe e a adolescente após arrombar a residência onde elas estavam.

Segundo a família da menina, a relação da garota com o namorado era marcada por brigas e violência. A mãe, de 40 anos, conta que o namorado da filha chegou bêbado na casa onde vive com a namorada e com a sogra.

“Ele entrou no quarto e começou a discutir com a minha filha. Depois, foi na sala e disse: ‘vem aqui pra você ver o que eu vou fazer com a sua filha’. Ele chamou ela e falou que ia esfaquear ela todinha”, relata a mulher, que também foi assediada pelo agressor.

A mãe da menina viu a filha levar socos e chutes. A mais velha tentou interferir, mas foi ameaçada e xingada pelo criminoso. “Ele disse que ninguém ia sair, que eu ia morrer junto com ela. Foi horrível. Eu, como mãe, não ia deixar ela sozinha ali. Achei que eu ia perder minha filha”, conta.

A garota de 16 anos foi levada para a maternidade de Carapina e, depois de receber alta, prestou depoimento no Plantão Especializado Da Mulher, em Vitória. O criminoso é suspeito de outros crimes e ainda não foi localizado pela Polícia Militar.

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.