‘Ruiva do pó’ executada com tiros na cabeça estava grávida e era parente do Zé Roberto; imagens fortes

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Manaus – Bárbara Bastos Galdino, de 33 anos, que foi executada na noite desta quarta-feira (08), estava grávida de traficante identificado como “Marcelinho”. Ela foi morta como queima de arquivo por ter saído da FDN e ter integrado ao CV.

De acordo com informações preliminares, Marcelinho é cunhado do narcotraficante José Roberto Fernandes, o “Zé Roberto” da Compensa.

Em um vídeo, a ruiva do pó aparece supostamente drogada e afirma sua lealdade ao Comando Vermelho, inclusive ela teria pitando o cabelo na cor vermelha em alusão a facção que ela fazia parte.

Bárbara cumpria prisão domiciliar e já havia sido presa diversas vezes por tráfico de drogas. Em 2016 foi presa em flagrante com 17kg de oxi e maconha. Em 2018 foi presa mais uma vez com oito armas de fogo, oito quilos de droga, R$ 8.250,00 em espécie e uma balança de precisão.

Leia a matéria completa aqui

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

redacao@portaldacapitalam.com.br

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.