Sarí Corte Real presta primeiro depoimento e diz que tentou fazer Miguel sair do elevador

Foto: Reprodução

RECIFE – Na última quarta-feira (15), Sarí Corte Real, ré no caso da morte de Miguel Otávio, de 5 anos, prestou depoimento no CICA (Centro Integrado da Criança e do Adolescente), em Recife (PQ). Ela falou por cerca de uma hora diante do juiz José Renato Bezerra e alegou que tentou convencer a criança a voltar para casa. A defesa dela vai se basear nessa alegação.

Em junho de 2020, Miguel caiu do 9º andar de um prédio. Ele era filho de Mirtes Renata, que era funcionária de Sarí. O garoto ficou sob observação dela porque Mirtes saiu para levar cachorros para passear, a mando da patroa.

Sarí insiste que deixou Miguel sozinho porque precisava cuidar da filha dela no apartamento. Ele pegou o elevador, subiu para procurar a mãe e sofreu o acidente.