Suspeito de torturar e matar homem em Manacapuru é preso na capital

o homem é suspeito de torturar e matar o 'amigo' - Foto: Divulgação

O foragido France Daik Sifronio Batista, 37, foi preso por policiais do 30° Distrito Integrado de Polícia (DIP), nesta quarta-feira (13), em um barraco na Comunidade da Sharpe, no Armando Mendes, zona Leste. O homem é suspeito de torturar e matar Jacó Araújo Pinheiro, 23, no dia 4 de janeiro, no ramal do Chicão, no km 25 da estrada que liga Manacapuru a Novo Airão.

Segundo o Delegado Torquato Mozer, que coordenou a equipe em ação conjunta com o Delegado Rodrigo Torres, titular da Delegacia Interativa de Polícia do município de Manacapuru, o homem estava foragido e se escondeu em Manaus. O foragido teria cometido o crime após um desentendimento com a vítima.

France Daik morava na mesma casa com Jacó. Certa vez, France Daik precisou fazer uma viagem, nesse período, Jacó usou o sítio para produzir carvão e vender. Como ele não repartiu o dinheiro France Daik ficou furioso e o pediu que Jacó se retirasse da casa e ainda lhe ameaçou de morte.

Jacó se mudou para uma casa em frente a do France, que não se conformou com a ‘traição do amigo’, que não dividiu o dinheiro ganho em sua propiedade.

Na noite do dia 4, France Daik armou uma emboscada, junto com outros dois suspeitos, torturou e matou Jacó com golpes de faca. Em seguida, France Daik fugiu para Manaus em uma motocicleta.

Ainda segundo a polícia, ele teria pago R$ 2 mil para os comparsas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui