quarta-feira, 21, outubro, 2020
Vigilante morre após ter cabeça esmagada por ônibus em Manaus

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

A vigilante Kátia Regina Brito de Souza, de 39 anos, morreu, na manhã desta sexta-feira (2), após cair de uma motocicleta e ser atropelada por um ônibus, na Avenida Torquato Tapajós, em Manaus. O marido dela, um agente de portaria, de 33 anos, conduzia a moto e foi socorrido.

O acidente de trânsito, que aconteceu por volta de 7h40, envolveu a motocicleta, um carro de passeio e um ônibus do transporte público coletivo.

O marido estava indo deixar a vigilante no local de trabalho no momento do acidente. O casal saiu do bairro Lago Azul, Zona Norte.

Conforme o perito Adson Jesus, da Polícia Civil (PC), os três veículos estavam na via, no sentido bairro/Centro, e as vítimas estavam trafegando atrás de um carro de modelo Nissan. O ônibus do transporte coletivo estava ao lado de ambos.

“O condutor da motocicleta possivelmente não atentou a velocidade, colidiu na traseira do carro e lançou a vítima fatal para o outro lado. Ela foi arremessada e a última roda traseira do ônibus passou pelo crânio da vítima”, explicou.

A mulher não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O marido dela foi socorrido para o Hospital Platão Araújo, na Zona Leste, com ferimentos. Não há informações sobre o estado de saúde ele.

O motorista do ônibus fugiu, mas um representante da empresa esteve no local do acidente. A condutora do veículo Nissan permaneceu no local do acidente.

Familiares da vigilante contaram que ela deixou três filhos, de 18, 12 e 2 anos. O corpo da mulher foi removido para o Instituto Médico Legal (IML). Conforme a polícia, os motoristas envolvidos no acidente devem prestar depoimento sobre o caso.

Com informações G1

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

redacao@portaldacapitalam.com.br

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.