Detecção de contágios da variante ômicron se multiplica, e restrições pela nova onda aumentam

Foto: Getty Images

MUNDO – Novos países relataram na última sexta-feira (3) a chegada da variante ômicron do coronavírus, levando o total a 38, anunciou a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Embora ainda não tenha causado mortes, segundo a entidade, a variante tem provocado a implementação de restrições que ameaçam o crescimento econômico.

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, indicou que a nova variante pode desacelerar a recuperação e forçar o órgão a revisar para baixo suas projeções econômicas globais.

“Uma nova variante que pode se expandir rapidamente pode afetar a confiança e, a esse respeito, provavelmente veremos cortes em nossas projeções de outubro para o crescimento global”, explicou.

Nessa última estimativa, o FMI já havia aparado o otimismo, estimando um crescimento do PIB mundial de 5,9% em 2021, em vez dos 6% anteriores. Em 2022, a expectativa é de um crescimento de 4,9%.