Pacientes curados da Covid-19 ficam com mais danos nos pulmões que os fumantes

A Covid-19 deixa muitas sequelas desconhecidas. Brittany Bankhead cirurgiã dos Estados Unidos recentemente chamou atenção sobre os riscos que a doença pode causar aos pulmões.

A médica comparou radiografias de pulmões de três diferentes grupos de pessoas: saudáveis, fumantes e curados da Covid-19. O resultado foi assustador:

“Os pulmões pós-Covid-19 parecem piores que os pulmões dos fumantes. Eles coagulam e entram em colapso. Vem a falta de ar, que não passa.” – Declarou Brittany, professora da Texas Technical University. “Todos estão muito preocupados com a mortalidade, é claro. Mas isso será um grande problema para os sobreviventes.” Afirmou

De acordo com a cirurgiã, que cuidou de pacientes com o novo coronavírus, até 80% dos infectados assintomáticos sofrem com os danos semelhantes aos pulmões: “Muitos dizem que estão bem, que não estão sentindo mais nada. Mas, quando você faz um raio-x de tórax, elas estão muito mal.”

Os pulmões de pessoas saudáveis devem parecer limpo, com muitos espaços negros, onde fica o ar. Já os pulmões de um fumante tem linhas brancas, como uma espécie de névoa, um indicativo de cicatrizes e congestão. Porém, os pacientes pós-Covid-19 apresentam pulmões que parecem ser quase completamente brancos, ou seja: gravemente danificados.

Por isso, os médicos insistem que todas as medidas necessárias devem ser tomadas para evitar a infecção, pois os efeitos no organismo são irreversíveis, mesmo em pacientes assintomáticos. O dano pode ser permanente e causar complicações ao longo do tempo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui