domingo, 20, setembro, 2020
“Gangue” de vira-latas caramelo atacam quem vai em praia na Bahia

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Brasil – Com menos movimento nas ruas, bairros e cidades por conta do isolamento, um de vira-latas conhecido no Brasil como “caramelo” tem circulado em Itacimirim, na Bahia, ameaçando e atacando moradores. Seria uma gangue fiscal da pandemia, que ataca quem deixa o isolamento?

Os doguinhos caminham livramento sem medo de carrocinha ou algum tipo de ameaça. O grupo, que de acordo com o site JC.NE10, começou com três integrantes e varia na cor deles, ainda que predominantemente sejam o ‘clássico’ caramelo, já atacou pelo menos oito pessoas desde o início de março, inclusive duas crianças.

“Tenho casa aqui há 15 anos e nunca houve esse problema”, conta o administrador Mário Bonfim, 57. Incomodados, os proprietários acionaram a Prefeitura de Camaçari, através do Centro de Controle de Zoonoses, e o Ministério Público da Bahia, mas nenhum dos órgãos resolveu a situação até o momento.

O filho da advogada Júlia Santiago, 38, que tem apenas 7 anos, foi uma das vítimas. “Ele recebeu três mordidas, ficou com as costas e o braço direito ferido, e a roupa toda rasgada. Chegou em casa aos trapos”, conta. O menino estava voltando da praia com a avó, no final de tarde, quando quatro cachorros avançaram em cima dele.

Reposta

Por meio de nota, o MP/BA informou que a “5ª Promotoria de Justiça de Camaçari enviou ofício à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur) esta semana, solicitando a apuração dos fatos narrados. Segundo o promotor de Justiça Luciano Pitta, a atuação da Prefeitura com relação ao controle dos animais de rua já motivou algumas diligências por parte da Promotoria, que tem tentado obter informações atualizadas inclusive neste período de pandemia”.

Abrigo

Preocupados com o nível e a recorrência dos ataques, os proprietários das casas dos condomínios de Itacimirim procuraram um abrigo para receber esses cães.

O jornal Correio disse que foi feita uma vaquinha entre os moradores, cada um deu R$30, para financiar os custos de vacina, medicamentos e ração desses animais. Está marcado para este sábado (27) o recolhimento dos cães, que vão ficar no Abrigo Recanto Grandes Amigos de Margareth Brito, em São Sebastião do Passé, município a menos de 100 km da praia de Itacimirim. Margareth já trabalha há mais de 10 anos com o acolhimento de animais em situação de rua e seu abrigo tem hoje cerca de 700 animais, distribuídos em 16 canis

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

redacao@portaldacapitalam.com.br

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.