Órgãos estaduais alinham plano tático para atuar no combate ao desmatamento no Amazonas

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Órgãos ambientais e de Comando e Controle do Amazonas alinharam, nesta sexta-feira (19/06), as próximas etapas do plano tático e operacional que vai atuar no combate ao desmatamento e queimadas no Sul do estado e Região Metropolitana de Manaus (RMM). O encontro foi realizado no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC) e é um dos desdobramentos da Operação Curuquetê 2, deflagrada no dia 17 de junho.

A pauta principal da reunião foi a definição do papel de cada instituição na operação, bem como a evolução do cronograma, que será adotado na primeira e segunda fases da Curuquetê 2. Na ocasião, o representante da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), coronel Hermes Silva de Macedo, destacou a atuação em conjunto com o Governo Federal, por meio da Operação Verde Brasil 2.

“Devemos enxergar as necessidades de cada órgão e analisar em conjunto como vamos atuar em cada situação. Com esta nova configuração, o Exército vai nos auxiliar com todo o apoio logístico e de segurança para as tropas do estado”, afirmou o coronel.

O encontro ocorre no contexto de emergência ambiental, decretado para a região Sul do estado e Região Metropolitana de Manaus, por conta do impacto negativo do desmatamento ilegal e queimadas não autorizadas. Segundo o decreto, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) é responsável pela articulação interinstitucional com os demais órgãos públicos para definir as estratégias de combate. Já o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) fica responsável pela execução operacional das ações de resposta às ocorrências.

“Temos um novo cenário este ano e precisamos ajustar os pontos referentes à segunda fase da operação estadual. A atuação será concentrada nas áreas mais críticas – as que se referem o decreto emergencial – portanto, precisamos apresentar o planejamento para o maior êxito possível em campo”, destacou a secretária executiva adjunta de Gestão Ambiental da Sema, Christina Fischer.

Além da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, participaram da reunião representantes da SSP-AM, por meio do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CMBAM) e Polícia Militar.

Operações – A segunda etapa da Operação Curuquetê está inserida no Plano de Prevenção e Combate ao Desmatamento e Queimadas no Amazonas (PPCDQ-AM), lançado no último cinco de junho.

O Plano visa orientar a governança ambiental no biênio 2020-2022, com o objetivo de frear o desmatamento ilegal no Amazonas e incentivar, a longo prazo, o uso sustentável dos recursos naturais, com ênfase nas áreas críticas de desmatamento e queimadas.

A Operação Curuquetê 2 é executada de forma integrada pela Sema; Ipaam; SSP-AM, por meio do Sistema Integrado de Comando e Controle (SICC), com a participação de tropas da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Polícia Técnico-Científica, além da Defesa Civil.

Já na Operação Verde Brasil 2, do Exército Brasileiro, participam a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), entre outras instituições.

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

redacao@portaldacapitalam.com.br

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.