Vendedor ambulante tem o nariz e maxilar quebrado por seguranças em estação ferroviária

Um vendedor ambulante de 32 anos foi espancado por seguranças na estação ferroviária de Caraícuíba, no último sábado (2/1), em São Paulo.

O vendedor identificado como Gerson Gonçalves dos Anjos, sofreu ferimentos graves por seguranças da empresa terceirizada Albatroz, após ser abordado na Companhia Paulista de Transportes Metropolitanos (CPTM), quando vendia água e chocolates em um dos vagões da estação.

O vigilante cumpre pena desde 2013 e havia sido solto na saidinha de final de ano. Segundo a esposa dele Kerlane da Silva Barbosa, o marido resolveu vender água e chocolates nesse período para ajudar na compra de itens básicos para os 4 filhos do casal, e Gerson voltaria para cumprir a pena nesta terça-feira (05).

Segundo relatos a confusão aconteceu porque a mercadoria de Gerson havia sido apreendida. Cerca de 10 seguranças  espancaram a vítima que sofreu fratura no nariz e maxilar e precisou ser levado ao hospital para uma cirurgia.

A Polícia Civil ainda tenta esclarecer os fatos. O caso foi registrado no 1° Distrito Policial de Carapicuíba como lesão corporal.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui