sexta-feira, 25, setembro, 2020
Após 15 dias afastado, justiça ‘devolve’ mandato de Peixoto em Itacoatiara

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

Manaus – Nesta terça-feira (23), após ficar 15 dias afastado do cargo, a desembargadora Socorro Guedes acolheu revogou o afastamento do prefeito Antônio Peixoto (PT).

A decisão em primeira instância tinha afastado o prefeito por 180 dias por atos de improbidade administrativa e no descumprimento de decisões judiciais.

Já na decisão de hoje, a desembargadora argumenta que não se pode confundir descumprimento de decisão judicial com obstaculização de investigação, nem tampouco se invocar a relevância do cargo para a imposição de tal medida extrema.

Entenda o caso

No começo do mês, o juiz Saulo Goes Pinto da 1ª Vara de Itacoatiara, decidiu pelo afastamento por 180 dias do prefeito da cidade Antônio Peixoto (PT). O pedido de afastamento atende o pedido da promotora Tânia Maria Feitos que alega que o chefe do executivo tem descumprido medidas judicias, além de improbidade administrativa.

Ainda entre as ordens judiciais citadas pelo juiz está a decisão do desembargador Wellington Araújo que obrigou a prefeitura a declarar a empresa Estrela Guia como a única empresa habilitada na licitação para contratação de serviços de coleta e limpeza pública. Juntando todos os aditivos, a empresa já recebeu R$ 14 milhões.

O juiz ainda alega que Peixoto não cumpriu ordem de desativar o lixão e instalação de UTIs (Unidade de Terapia Intensiva).

Na última quinta-feira (04),o Ministério Público do Estado (MP-AM), havia reforçado o pedido de afastamento do prefeito, argumentando possível prática de atos de improbidade administrativa.

Nova denúncia

O MP-AM considerou a nova denúncia de fraude na licitação para compra de combustível para o gabinete do prefeito e demais secretarias.

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

redacao@portaldacapitalam.com.br

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.