quinta-feira, 24, setembro, 2020
Rosana Frota se defende de acusações sobre doação de cestas básicas; ‘é briga política’

Compartilhe:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on whatsapp

A informação nos dias de hoje é tão rápida como essencial. Pessoas com perfis nas redes sociais tem acesso rápido a notícias. Só que, em período de eleições, o vale-tudo pela vaga proporciona muitos debates e compartilhamentos de conteúdos, verdadeiros ou não. Recentemente a ex-candidata a deputada estadual Rosana Frota, apoiadora do candidato a prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), foi exposta em uma situação complicada.

Rosana teve o um vídeo compartilhado na tarde deste sábado (12), em sites de notícias, onde aparece falando que arrecadou cestas básicas para um grupo de famílias carentes, o que em período de eleição é proibido.

Rosana conta outra versão, na qual afirma que o vídeo foi editado, e veiculado somente a parte que pode prejudicar o pré-candidato a prefeito de Manaus David Almeida, que segundo pesquisas, tem crescido nas intenções de voto do amazonense. Rosana que é apoiadora de David, alega se tratar de armação e fake news.

Ainda segundo Rosana , no vídeo em questão, ela estava em uma reunião com pessoas da ONG Super Mães, uma organização de famílias carentes que possuem filhos com deficiência. Rosana apoia o grupo há três anos, e na reunião falava que tempos atrás havia conseguido arrecadar cestas básicas para doação, citava o fato como exemplo. Logo, o vídeo foi filmado, editado e repostado como se ela afirmasse que ia doar as cestas nesse período, o que configura crime eleitoral.

No mesmo vídeo, aparece a coordenadora do grupo, identificada como Lúcia, afirmando que espera o candidato no local para uma reunião e cita seu nome e número. “David nós estamos esperando uma reunião com você. Avante setenta (número que o candidato vai usar nas eleições)”, diz Lúcia com a ajuda das mulheres presentes, Rosana está ao lado dela, desta vez com a blusa da associação por cima da do partido.

De acordo com Rosana, essa parte também foi editada de forma criminosa, dando a entender que ela pedia votos, o que segundo a versão da apoiadora de David Almeida, não aconteceu.

A coordenadora da ONG Super Mães confirma a versão de Rosana no vídeo.

É preciso ter muita atenção ao acreditar e compartilhar qualquer informação nas redes sociais, especialmente e período de campanha, pois muitas das vezes o objetivo é manchar a imagem dos opositores.

Leia Também

Siga nossas mídias sociais

redacao@portaldacapitalam.com.br

(92) 99514-1517

Portal da Capital Am

Informação com Credibilidade

Copyright © Todos os direitos reservados.