Keitton Pinheiro dá calote em sites e portais após ser tirado das eleições de 2024 por Adail Pinheiro

AMAZONAS – O atual prefeito de Coari, Keitton Pinheiro, vem sendo acusado de dar calote em diversos portais e sites de notícia que tem vínculo com a Prefeitura de Coari.

Segundo informações dos bastidores da política amazonense, Keitton decidiu dar “pino” nos portais após ser tirado de campo para disputar a reeleição no pleito eleitoral de 2024. Isso porque o tio dele, Adail Pinheiro, deve retornar aos holofotes do poder e disputar a cadeira de prefeito outra vez.

O próprio Adail teria batido o martelo sobre o futuro do clã Pinheiro, que está no poder há décadas no município amazonense. Adail foi prefeito da cidade de 2001 a 2008. Em sequência, emplacou Adail Filho na gestão municipal, seguido de Jeany Pinheiro (sobrinha de Adail “pai”) e mais recentemente Keitton, também sobrinho do ex-prefeito.

Com sua retirada da jogada, Keitton decidiu parar de pagar sites e portais que divulgavam seus feitos na Prefeitura, uma vez que para ele não faz mais sentido ser notícia se seu capital político não poderá ser usado para reeleição.

Clã Pinheiro e Justiça

O histórico da família Pinheiro é marcado por escândalos políticos e policiais. Adail Pinheiro foi pela Operação Vorax, que descobriu um esquema de sexual de crianças e adolescentes em Coari. Os crimes de Adail viraram notícia nacional, com direito a reportagem especial no Fantástico, da TV Globo.

Adail Filho também já viu o sol nascer quadrado. Em 26 de setembro de 2019, ele foi preso temporariamente após a deflagração da operação Patrinus, acusado de desviar mais de 100 milhões de reais dos cofres públicos em apenas dois anos.